Sexta-feira, 6 de Fevereiro de 2009

não te vou esquecer !

 

Não entendo como é possível ainda te querer. Sabes que nunca perdoei fácil. Não nasci com esse dom, troquei um amor de 4 anos e meio por não conseguir perdoar. Acabei amizades e deixei de falar com muito boa gente ( ou não ) pela mesma razão. Posso até continuar a ter uma boa relação com as pessoas.. mas jámais passará de mero respeito. Não consigo ser falsa ao ponto de fingir que não me magoaram, que não me senti humilhada e enganada. Não consigo sei lá , chama-lhe orgulho , chama-lhe o que quiseres. Mas é este o meu método de vida. É-me demasiado difícil fingir que nunca se passou nada. Pode ser que ultrapasse, mas esquecer é tremendamente difícil, sim, já lidei com pequenas desilusões e ultrapassei-as, isso faz parte da vida. Uma tarde de compras e uma saída á noite faziam-me simplesmente esquecer tudo. E agora quando olho para o meu passado com essas pessoas é difícil recordá-lo. Não porque me custe, mas porque o lugar que deixaram vago ocupou um enorme vazio na minha cabeça.
Por isso não entendo como consigo continuar a querer-te desta forma depois de tanto. Já te perdoei tudo e mais alguma coisa, não faz sentido este amor bruto que me leva sempre a querer-te de volta. Vais e vens vezes sem conta. Magoas com a desculpa de me fazer sentir que ainda gosto de ti. Fodasse… Tu não entendes ! Tu não entendes que não precisas de me magoar para isso ? eu não deixo de gostar de ti , por nada !
Vais-te sempre embora da mesma forma que voltas - “de fininho”, quando dou por mim já fazes parte da minha vida novamente, assim como quando um dia acordo e ainda tenho os olhos inchados de ter passado a noite anterior a chorar por não te ter.
Não é justo fazeres isto comigo. Eu amo-te, amo-te de todas as formas que quiseres, faço tudo por ti. Porque é que não te chega?Porquê? Eu quero-te tanto, mas tanto… tanto. Eu perdoo. Mas fica comigo.
 
Não faz sentido continuar a culpar-te a ti pelos meus dias maus e pela minha falta de amor próprio. Podes ter a certeza que se algum dia deixei de ser feliz não foi por tua causa. Mas sim por minha - por não te querer esquecer! Tenho de continuar a tentar convencer-me disso. Custa a acreditar mas mesmo depois de quase 8 meses ainda não me acostumei á tua ausência. Mesmo com centenas de idas ás compras e saídas..
 
Este silêncio está a dar cabo de mim .
 
                                                  A saudade a toda a hora
não me mata mas devora(..)
 
 
 

 

sinto-me: continuo sem mensagens..
música: joão portugal - foste tu
publicado por palavrapasse às 12:41
link do post | comentar | favorito
|

mas porquê ?

 

 

    Realmente sou muito parva em continuar a chorar por ti .  Deixa-me que te diga que abrir um negocio de venda de lenços de papel na minha zona é uma boa aposta !

 

 

 

Hoje mereceste .

(ver aquela foto)

 

 

sinto-me: com os olhos inchados .
música: Patrice - don't cry
publicado por palavrapasse às 00:23
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
24
26
27
31

.posts recentes

. não te vou esquecer !

. mas porquê ?

.arquivos

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds