Sábado, 16 de Maio de 2009

ok, não acabou

 

As mão doeram-me a noite inteira . Contrariei todos os impulsos, apaguei qualquer frase que me viesse à cabeça, não guardei nada, não escrevi nada, deixei o caderno longe de mim, guardei as canetas os lápis.. tudo .
Era como se estivesse a castigar-me a mim própria .
Só queria a borracha para apagar o teu passado.
Magoa-me tudo, mas tu tens razão. Nem eu nem tu pensámos um dia que um ano depois estaríamos um ao lado do outro novamente.
Por mais que me custe vou ter de engolir o que fizeste, esquecer sei lá..
Já tínhamos acabado há 3 , 4 ou 5 meses, não interessa.
A teria é esta. Mas tu não imaginas as imagens que me vêm à cabeça, os arrepios, os vómitos. Tenho nojo. E ela ainda está presente, queira eu ou não.
E custa-me a acreditar que a historia seja como tu contas.
Um dia é assim outro é assado. E se queres que te diga.. acho que resolveste contar-me mais um bocado da historia porque o M. assim te aconselhou !
Magoa-me que os meus amigos estejam próximos dela, magoam-me que saibam, que ouçam. Eu morria se por acaso ela metesse uma foto com a su. no hi5 , morria, juro-te !
Incomoda-me que ela te mande mensagens, incomoda-me que o nosso presente esteja a ser incomodado pelo teu passado com ela.
O meu sexto sentido diz-me que a historia não é como tu contas.
Mas seja ela qual for… foste tu que escolheste ficar comigo. Foi por isto que tu lutaste
E eu sei que é a mim que queres.
Vou ter de aprender a viver com o teu passado. E tu com o meu medo do futuro !
publicado por palavrapasse às 00:33
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 8 de Março de 2009

deixa-me que te diga..

 

 

acho que quando conseguir deixar de escrever para / sobre ti ... é porque te esqueci finalmente !

até lá não posso proibir as palavras de sairem .

 

música: Breaking Benjamin - The Diary Of Jane
publicado por palavrapasse às 15:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009

futuro

  

Posso até vir a gostar de alguém, mas não saberei gostar de outro como gosto de ti. Não vou saber aceitar nem compreender outros defeitos que me magoem . Não vou querer estar sempre a chamar á atenção porque isso não me vai preocupar.
Esse outro alguém poderá fazer-me feliz, mas eu aprendi que não é só importante sermos felizes, há demasiados sinónimos para esta palavra que ás vezes nos esquecemos.
Não me vai fazer sentir realizada com ele. Não estarei a 100% com ele, e se disser que o faço feliz provavelmente estará a mentir ou a usar um daqueles clichés que toda a gente usa.
Não me vou saber perder em mais nenhum sorriso da mesma forma !
Podem-me levar ao céu mas não por cima nas nuvens como tu sabias.
Não vou saber perdoar nem passar a mão pela cabeça a dizer “estou aqui” quando me apetecer virar as costas.
Não vou saber lidar com as incertezas do outro nem ter a mesma força para fazê-lo ver que precisa ficar comigo, que precisamos um do outro !
Mais ninguém merece, ou melhor..eu não mereço parar a minha vida outra vez por alguém.
Não vou fazê-lo!
Talvez o volte a fazer por ti, provavelmente sem pestanejar.
Mas tu és tu,.. foi com essa singularidade que sempre te classifiquei.
Sempre continuei, ou pelo menos tentei continuar a minha vida, ás vezes até me empolgava e pensava: “é desta, é desta que o vou esquecer.”
Mas não ! Porque tu sabias sempre o tempo perfeito para aparecer de novo, como sempre parecias um furacão. Chegavas e querias mudar tudo. Não te levava a sério porque tu não deixavas. Porque as tuas palavras não passavam disso mesmo … palavras!
Quando uma pessoa quer – quer sempre, mas tu querias “mais ou menos” ou “ de vez em quando”. Não queria lidar com incertezas quando estive sempre certa.
Em todas as minhas interrogações colocas demasiadas reticências e foi isso que nos magoou tanto -nunca ter havido um ponto final.
Foi tu quereres enquanto eu não queria e o contrario também, mas sempre um querer inconsciente, sem pés nem cabeça.
Incompatibilidade de agendas da felicidade, como sempre lhe chamei!
E eu nunca te expliquei mas eu nunca voltei para ti quando querias porque sabia que o teu querer era um querer a curto prazo. Era um querer que se sim “tudo bem” se não também “não faz mal” .
Perdoei e estava disposta a ultrapassar o quanto me magoaste para ficarmos bem, não era esse o problema. Só queria que me desses valor e tu não deste!
E deixa-me que te diga que posso esquecer-te um dia.
Posso ser feliz mesmo assim com outro alguém.
E passar por ti na rua e não sentir vontade de ir a correr para os teus braços quando te começas a rir para mim.
Posso já não chorar com saudades tuas.
Posso tudo, mas tudo… mas não vou saber escrever estes textos para outro alguém da mesma forma que sei escrevê-los para ti !
 
my scars remind me that the past ir real
(...)
i jus't one be alone
i'm pissed cause you came around
why don't you just go home ..
 
sinto-me: não sei !
música: Scars (Acoustic) - Papa Roach
tags:
publicado por palavrapasse às 21:25
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2009

blog

Nunca entendi muito bem a razão deste blog. Nunca to mostrei, não sei se algum dia mostrarei. Não faço a mínima ideia se um dia terás paciência para o ler. Eu sei que provavelmente não terias. Mas é que eu sou muito mais feliz a escrever quando estou infeliz. Na verdade foi um dom que me deste. Tudo o que não te posso dizer por orgulho ou pelo que for... Prefiro escrevê-lo. É melhor para mim para ti e para nós. A escrita liberta-me. E se algum dia no meio de mais uma das nossas discussões me atirares à cara que durante este tempo todo estive ausente, não quis saber de ti, não me preocupei sequer contigo, foi fácil ultrapassar ,não senti saudades tuas, aí sim.. Se tiver coragem e se o mereceres eu dar-te-ei este link e poderás ler tudo o que nunca te disse! E assim mais uma vez..dou-te aquilo que  tanto gostas .. aumento-te o ego , Provavelmente faço-o melhor que ninguém .

 

 

Há janelas que tu não abriste ,

ainda tens de me dizer porque é que nunca partiste ..

 

 

sinto-me: desmotivada
música: filarmonica gil - deixa te ficar na minha casa
publicado por palavrapasse às 18:20
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
24
26
27
31

.posts recentes

. ok, não acabou

. deixa-me que te diga..

. futuro

. blog

.arquivos

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds