Quarta-feira, 24 de Dezembro de 2008

Y

Sabes… Prefiro acreditar que é possível alguém apaixonar-se duas vezes pela mesma pessoa. Prefiro pensar assim do que achar que nunca te esqueci. Não gostava do outro. Tinha mau feitio. Tratava-me mal, não me respeitava. Fazia merda atrás de merda.

Gosto muito mais de acreditar que essa faceta muda quando sentes que gostas de mim, quando sentes que as coisas podem ter uma direcção e seguir um caminho bem diferentes se nós quisermos. Ou então se calhar é do Inverno, bolas …
Nem sincera comigo própria ás vezes consigo ser. Também eu gosto de ser livre. Fazer o que quero e o que bem me apetece quando quero e com quem quero sem olhar a meios.
Mas do que me vale se é mesmo contigo que me sinto bem a fazer tudo o que quero ?
Tenho o mundo quase ao contrário. Sempre me ensinaste a ter os pés bem assentes na terra. Tu sabes…. Fazíamos tão bem um ao outro juntos. Sempre fizemos. Sempre foi o melhor para nós os dois. Saíamos sempre a ganhar.
Mudaste tanto em mim. Não que fosse uma obrigação, nunca concordei com as mudanças súbitas para agradar caras metades e serem almas gémeas forevaaa. Nada disso.
Simplesmente me ensinaste coisas que fizeram muito mais de mim do que apenas mais uma miúda apaixonada que podia ser muito feliz com o namorado.
Não vou, nem te quero perder. A sério … já chega de perder tempo. Até porque estou cansada.. não cansada de lutar por ti. Mas cansada de esperar para conseguir ficar bem.
Aliás tu sabes que o meu bem-estar depende de ti.
Nunca mais consegui escrever nada de jeito depois de te ter perdido, se estou a escrever agora há-de ser com certeza por alguma boa razão.
Não te amo porque fica bonito dizer e é uma obrigação dizê-lo. Não !
É mesmo verdade, eu amo-te , no verdadeiro sentido da palavra, letra por letra com o tracinho no meio. Amo-te porque me fazes ver a vida de outra maneira. Porque amo esse sorriso parvo. E amo cada defeito teu.. Porque por mais vezes que já tenha dito que os odeio.. não consigo viver sem eles! E não me apetece de todo perdê-los de vista outra vez.
Se calhar nunca me vou perdoar por não te conseguir perdoar a ti, sabes… o tempo não leva tudo !

 

sinto-me: nostálgica
música: life house - from where you are.
publicado por palavrapasse às 15:32
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
24
26
27
31

.posts recentes

. :)

. Título

. .

. ;)

. uma semana de silêncio

. ENTÃO ODEIA-ME !

. over and over again

. .|.

. 11-4.21.8

. PLEASE

. não posso.

. ;)

. é memisso

. :D

. realmente

. não aguentei .

. dia 30

. estou quase a desistir !

. sexto sentido

. vamos por partes

. --'

. e se..

. :(

. não consigo !

. o quê ?

. a-l-w-a-y-s

. desculpa ??

. quésta merda?

. why ?

. amo(-nos)

.arquivos

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds